terça-feira, 11 de janeiro de 2011

POEMA AMOR DE PAIXÃO


AMOR DE PAIXÃO

Quando se agita o coração
Fica-se inquieto, reina o caos
Será forte amor de paixão
Deve amar-se todo o mundo
Não se estabeleça confusão
Porém um amor profundo
Não um momento de ilusão
Um clic que pode atormentar
Fazer arder de paixão
Chegar a um estado tal
Terminar só numa confissão
Terminar em doçura
Tranquilizar o coração
É assim um amor de paixão
As entranhas irão deixar
De navegar em cachão
Como é bom amar
Navegar num mar de paixão
Amar e ser amado profundamente
Jamais poderão haver ilusões
Vão fundir-se
Dois ternos corações
Num só desejo de felicidade
Em eternas uniões
Onde reine a cumplicidade
O eterno mundo de paixão
Amor suave e de verdade
Onde palpita apenas um coração

Daniel Costa


1 comentário: