quinta-feira, 11 de novembro de 2010

POEMA ANJO CONSELHEIRO



ANJO CONSELHEIRO

Ao som musical de banjos
Nascem previsões
De resplandecentes anjos
Aparece o anjo conselheiro
Para problemas de amor
Andará pelo mundo inteiro
Metamorfose de homem
Dedicado companheiro
Valerá pouco
Prefere auscultar, ouvir primeiro
Sobre os sofrimentos de amor
O fiel Companheiro
O mundo por vezes é cruel para quem ama
Sofre na alma, convulsões
Como se fosse cair na lama
Não se deve viver de ilusões
O anjo a aconselha a caminhar
O seu caminho semeando perdões
Por novo caminho seguir
Caminhar sempre confiante
Encontrará sempre a meta a atingir
Preparado para outro amor encontrar
O anjo aconselha e vaticina
És mulher bonita encontras de novo quem amar
E o anjo sempre reluzente
Feliz por estabelecer o bem-estar
Cumprir as missões
Contribuir para um mundo de amar
Um mundo de uniões

Daniel Costa

2 comentários: