terça-feira, 9 de novembro de 2010

POEMAS UM HOMNEM SÓ


ANJO DO AMOR

Amar a vida, o mundo
Amar a mulher
Anjo do amor no fundo
Anjo que esvoaça na mente
Turvará a vista
No seu esvoaçar de repente
Dizem que os anjos não têm sexo
Pensar no amar
Pode parecer desconexo
Porém para amar o mundo
Não é necessário complexo
Bastará o amor profundo
Tendo angélico anexo
Quem amar o mundo
Saberá como amar uma só mulher
Paira o anjo do amor platónico
O modo de amar qualquer
Amar o semelhante
Amar outra mulher
Amar assim
Não será um amor qualquer
Há o mundo da avó, da neta
Da mãe, da mulher
Esvoaça o anjo do amor
Ali constrói o seu poiso terreal
Com todo o fervor
O mundo terreno preciso
O mundo do amor

Daniel Costa

1 comentário:

  1. DANIEL.

    QUE O VERDADEIRO AMOR NOS MANTENHA UNIDOS.
    O AMOR FRATERNAL, AQUELE QUE SÓ QUER O BEM.

    UM GRANDE ABRAÇO.

    ResponderEliminar