segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

POEMA PORQUÊ


PORQUE?

Não sei eu nem vocemessê
O mundo gira sem parar
Sem encontrar azimute, porquê?
Se nos referimos a incompetências
Da política é o que se vê!
Tantos amigos, tantos assessores
Paga sempre o povo
Que dizem ser soberano senhores
Antes de votar, promessas, aliciantes sim
Soberano só se for para desmandos e desamores
Imensos gestores de quê
Se as Ruas não têm trabalhadores
Legisladores para mostrar algum trabalho
Para quê, onde estão os fiscalizadores?
Mesmo que o poeta pareça incómodo
Deve reclamar dos governadores
Porque não cambiar seus salários
De magnificentes senhores
Pelo mínimo
Pelo mínimo de muitos trabalhadores
Pelos mínimos do que têm como elevados
Dos que afinal muito trabalharam
Para serem mal amados
Dizem-se governantes do povo
E o mundo gira, como velho moinho
Apenas mediocridade, nada de novo
Para fruir do suor do povoléu, do plebeu
Prescinde-se de provas
Basta o diploma, o cartão do partido seu
Eis o nosso mundo falido
Com a mediocridade de quem aufere do meu
Pelo menos reduzam o número dessa
Reflictam tenham siso, têm idade para não brincar
Digam verdades ganhem juízo

Daniel Costa
Foto: Daniel Costa


5 comentários:

  1. Boa repulsa, quão bom se fosse-mos ouvido o que se dirá atendido. Gostei

    Daniel espero teu link no meu bLog, sou teu amigo.

    ResponderEliminar
  2. Falemos então a verdade: Belo poema.

    Muda-se o país, mas os políticos continuam os mesmos... Um lixo!

    Feliz 2011.

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Será que nada vai mudar nem no seu mundo nem no meu mundo, Daniel? Indignação mais que perfeita!
    Abraços
    Glória

    ResponderEliminar
  4. Bem, estou me esforçando para entender, com o maior carinho, o que vc quis dizer, amigo.
    Vai me atualizando em suas explicações,ok?

    Beijos

    Feliz Ano Novo!

    ResponderEliminar
  5. Olá meu anjo!
    Tudo bem, Daniel?

    Hoje a visita é rápida! Venho agradecer a você por ter caminhando comigo em 2010 e pedir que não me abandone em 2011.

    Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro, obrigada por ter estado comigo em 2010, espero que nossa amizade possa solidificar-se ainda mais em 2011, pois você é muito importante para mim.

    O meu desejo é que seu Novo Ano e todos os dias de sua vida e das pessoas que você ama, sejam de PAZ, de Luz, Amor, Sabedoria, Fé, Prosperidade, Saúde, Esperanças, Conquistas, Vitórias e Realizações.

    Muitas energias positivas para você e sua família!!!

    E que venha um 2011 pleno em Felicidade!

    Beijos de luz em seu coração,

    Anna

    ResponderEliminar