domingo, 24 de outubro de 2010

POEMAS UM HOMEM SÓ


DESILUSÃO
ALEGRIA
MAGIA

Amor e paixão
São alegrias
A ser vividas com emoção
A penumbra será envolta
Em sombras de solidão
Outro tanto se dará
Com alguma desilusão
Mesmo com desaires
Sofrimentos de coração
Tudo interregnos!
Até que chegará a alegria
Suscitará invejas
Acompanhadas de maldição
Brandiremos a espada da magia
Que importa a ousadia?
Uma dose de loucura
Doce presunção
Optimismo sempre presente
A desarmar má intenção
Invejosos jamais vencerão
Para aprender algo
Virados não estão
Infernizados de invejas
Infelizes perecerão

Daniel Costa


1 comentário:

  1. Olá Daniel,
    Bonito poema, onde sobressai a cor da magia!

    Abraço dos Alpes

    ResponderEliminar