sexta-feira, 16 de julho de 2010

POEMAS UM HOMEM SÓ


PRINCESA ESFINGICA

Esfíngica alteza
Interessante mulher
Não chamarei realeza
Que há cem anos findou
A mulher pode ser alteza
Essa existe, não acabou
A mente será de princesa
Com poesia
Oblitera laivos de tristeza
Sempre porfia
Mostrando alma de grandeza
Como é bela a sua alma
De intrínseca pureza
Aparece sempre segura
Ainda que enfrentado dureza
Ela passa pensativa
Esfíngica, podia ser princesa
Será alma de poetiza pura
Pensando poesia de beleza
Eis a púrpura
Poesia de Princesa

Daniel Costa

4 comentários:

  1. Daniel,

    Que lindo poema.

    Bom final de semana.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Valenita

    Vais trazendo prazer, com o mesmo retribuo desejos de bom fim de samana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema que me dedicaste um dia e que publiquei no Poesia.
    Beijos pra ti, meu Anjo*
    Já estou de saída, não me vais ver hoje? Não vou ao mail, estou um tanto indisposta*

    ResponderEliminar
  4. Que beleza, Daniel.
    Você sabe das coisas.

    Abração.

    ResponderEliminar