segunda-feira, 27 de setembro de 2010

POEMAS UM HOMEM SÓ


LALLY

Mora no outro mundo
Essa alma de mulher
No Brasil profundo
A Lally está no Maranhão
A mulher, a terna Lally
Mora para lá do Sertão
Embora mais moderno
Sempre o eterno Maranhão
A Lally não abastada, mas terna
Dois filhos saberão os deuses como
Vão sendo educados à moderna
Felizes de viver
Preparados para o mundo amar
Sendo transmissão de retorno
Para a mãe Lally os adorar
Ela sabe os filhos
Educar para o mundo amar
Os miúdos aprendem
A apreciar, não a odiar
São como que chamados
A construir um mundo salutar
Onde mesmo sem mordomias
Se possa viver, se goste de estar
É assim que Lally ama
Quem a sabe amar
Eis a denodada mulher
Lally sedutora, no andar
Como ninguém lutadora
Mulher interessante
Mãe dos imensos amores
Animadora incessante

Daniel Costa


1 comentário: